Recorde: Depósitos na poupança superam saques em R$ 30,4 bilhões

De acordo com o Banco Central, os depósitos em caderneta de poupança no mês de abril superaram os valores sacados. A diferença foi de R$ 30,458 bilhões. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (07/05), um dia após o anúncio do ajuste da taxa Selic de 3,75% para 3% ao ano.

Esse é o maior ingresso líquido de recursos na caderneta de poupança dos últimos 26 anos. 

No mês passado, o governo deu início ao pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, e uma parte desses benefícios foi depositada em contas poupança.

Imagem Ilustrativa: Internet

Entretanto, o Banco Central ainda não esclareceu se o resultado de abril se deve aos depósitos de auxílio emergencial ou do comportamento da população frente à crise. Este foi o segundo mês seguido de ingresso líquido de recursos na poupança. Em janeiro, R$ 12,356 bilhões foram retirados das cadernetas. Em fevereiro, outros R$ 3,571 bilhões saíram dessa modalidade de investimento. Em março os depósitos superaram os saques em R$ 12,168 bilhões.

Com a queda dos juros básicos da economia para 3 % ao ano, a caderneta de poupança rende menos. Pela norma em vigor, há corte no rendimento da poupança sempre que a taxa Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano. Nessa situação, a correção anual das cadernetas fica limitada a 70% da Selic, mais a Taxa Referencial, calculada pelo BC.

 

Leia a reportagem do G1.

Leia o Relatório de Poupança de Abril, divulgado pelo Banco Central.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *