Pesquisa mostra tamanho do corte de gastos dos brasileiros

Um estudo realizado pelo  Instituto de Pesquisa & Data Analytics Croma Insights aponta que 60% da população brasileira deve concentrar despesa em serviços e itens essenciais, como medicamentos, pagamentos de contas, alimentação e higiene, enquanto durar o isolamento social. 

Foram ouvidas 8.079 pessoas entre 15 de fevereiro e 28 de abril, analisando o comportamento do brasileiro na pandemia. A metodologia usada foi o painel on-line Toluna aplicada em todo o Brasil. O objetivo consistiu em compreender padrões comportamentais e a percepção dos consumidores em relação a marcas e empresas.

Imagem ilustrativa: istock

Para  27% dos entrevistados, nos próximos dois meses o país estará com a situação restaurada, enquanto 42% acreditam que só depois do segundo semestre as atividades voltarão à normalidade (19% em três meses e 23% em quatro ou mais meses). Outros 8% não souberam dizer. Do universo de entrevistados, 80% disseram estar “muito preocupados” ou “extremamente preocupados” com a situação.

De acordo com a pesquisa, estas respostas refletem no perfil de compra dos brasileiros. As mudanças no modelo de compras estão incorporadas no hábito durante a quarentena, principalmente as compras em maior quantidade e menor frequência e aquelas feitas em mercados de bairro. Desde o início da pandemia, as vendas de celulares, televisores e notebooks representam apenas 15%, 8% e 7%, respectivamente.
Leia a reportagem completa no Estado de Minas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *