Concessão e renegociação de crédito somaram R$ 265,6 bilhões desde início da pandemia, diz Febraban

A concessão, renegociação e suspensão de crédito por empresas, pessoas físicas e setor rural somaram R$ 265,6 bilhões após o início da pandemia do novo coronavírus, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febrabran).

O valor é referente ao período entre 16 de março – data em que a Febrabran anunciou a possibilidade de prorrogação de parcelas de dívidas – e 17 de abril, e diz respeito às cinco maiores instituições financeiras do país (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco e Santander).

De acordo com a federação, o montante é 22% superior quando comparado ao mês de março de 2019. No período, a concessão e a renegociação de crédito dos cinco maiores bancos, nos setores citados acima, somaram R$ 218 bilhões.

Para saber mais, acesse a matéria do G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *