BC prevê prejuízos às economias do Sudeste e Sul

O Banco Central (BC) divulgou, nesta quinta-feira (30/04), um boletim com estimativas do impacto da COVID-19  sobre a economia do país. De acordo com o BC, cada região deverá sofrer os efeitos em intensidades diferentes, por conta das especificidades.

As regiões Sul e Sudeste devem ser as mais prejudicadas. Um dos motivos consiste na maneira como a indústria nacional, concentrada principalmente nestas duas regiões, recebe os impactos da pandemia, como dificuldades para exportação. No caso do Sudeste, as medidas de contenção ao avanço do novo coronavírus contribuíram para a redução de demanda do comércio e da prestação de serviços. Por outro lado, essa região detém as maiores participações das atividades financeiras, de informação e comunicação, que tendem a apresentar recuos relativamente inferiores à média do setor, suavizando o impacto negativo.

Leia a notícia completa no G1 e baixe o boletim regional do Banco Central aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *